COMO CASTRAR GALOS (CAPÃO)
INTRODUÇÃO A castração de galos existe há milhares de anos, desde os tempos dos romanos. Bem diferente dos mamíferos, que possuem os testículos expostos, as aves macho possuem testículos alojados dentro do corpo. Remover os testículos ou castrar um galo se faz através de uma operação cirúgica um tanto complicada para o iniciante. Por que castrar os galos? A castração interrompe certos desenvolvimentos das características dos machos, tornando-os mais calmos, brigam menos, reduz o tamanho da crista, diminui a vigilância territorial, melhora a conversão alimentar e melhora a qualidade da carne. A castração deve ser realizada entre 6 semanas a 3 meses de vida. Outra opção seria quando os galos estiverem pesando entre 500 a 800 gramas. Castração apresenta vantagem comercial. PREPARAÇÃO Antes de iniciar a operação é necessário manter o galo sem comer e beber por 24 horas. Procure manter um galo em um lugar calmo, sossegado, fresco e com pouca luz. Providencie uma mesa onde possa realizar a operação com conforto e tranquilidade. Um quarto ou uma sala bem iluminada é muito importante, ponha refletores elétricos com luz dirigidas para onde será realizado o corte no corpo da ave. Caso você não se sinta seguro em realizar esta operação, é aconselhável que pratique a castração em um galo morto. É importante que você saiba realizar o corte com precisão, pois há o sério risco de cortar os intestinos do galo se o corte inicial for demasiadamente profundo (corte deve ter de 5 a 6 mm de profundidade). Tenha em mente que a castração de galos é uma operação sensível e dolorosa, muitos galos morrem por falta de habilidade do operador. Toda castração tem uma finalidade comercial, castrar sem o devido conhecimento de como fazer, é tortura. A tortura é desumano. A OPERAÇÃO Inicialmente prenda as duas asas do galo juntas com um cordão e amarre contra a mesa para evitar que elas se mexam; Clique na imagem para ampliar Amarre as pernas juntas e as amarre na mesa no sentido oposto ao das asas conforme a imagem abaixo. Clique na imagem para ampliar A localização do corte é um pouco abaixo da asa nas duas últimas costelas. Antes de fazer o corte limpe a área removendo as penas e passe álcool ou qualquer outro desinfetante de pele. Clique na imagem para ampliar Use uma faca bem afiada ou um bisturi, o corte deve ter entre 2,5 a 3 cm conforme imagem abaixo. Cuidado deve ser tomado a fim de evitar o corte de uma importante veia que passa junto da asa e leva bastante sangue para a parte trazeira da ave. Clique na imagem para ampliar A pele deve ser puxada para os lados com ajuda do instrumento adequado conforme imagem abaixo. Clique na imagem para ampliar Se o corte foi feito no lugar certo e na medida exata de tamanho e profundidade, os testículos devem aparecer ser problemas. A cor e o tamanho dos testículos dependem da idade e da rça, geralmente são do tamaho de um grão de arroz ou de um grão de milho. As cores variam entre amarelado, branco, cinzento e raramente preto. Clique na imagem para ampliar Os dois testículos devem ser removidos através da mesma insisão, cada testículo deve ser removido individualmente, ou seja, um de cada vez. Há a necessidade de não romper o vaso que liga os dois testículos, pois há o perigo de provocar hemorragia. Clique na imagem para ampliar ttcl Após remover os testículos, retire lentamente o instrumento que separa segura as peles. A pele deve cobrir o corte e nã há necessidade se realizar sutura. Ao fim da operação o galo precisa ficar livre para se movimentar, comer, beber e descansar. Mantenha o galo isolado de outras aves, pois os restos de sangue podem atrair outras aves e provocar canibalismo. Clique na imagem para ampliar Medicação Antibiótico injetável logo após a operação, ou fornecido na ração uma semana antes da operação. Perus e Faisões A castração destas aves também é possível, porém não apresentam grandes vantagens comerciais. Note que o temperamento agressivo destas aves melhora bastante, o que é uma grande ajuda na criação. Há um pequeno ganho de peso e de gordura.
Kit de castração